SOBREO ARTISTA:

Sobre o artista Erick Amarante:

 

Percepções do mundo

 


A arte é uma forma de movimento mental. Existe o dinamismo de quem cria, mas também de quem observa. Neste jogo, as imagens conduzem caminhos de compreensão do mundo, seja através da pintura, aquarela, fotografia ou escultura. O maior desafio é dar a pensar e a possibilitar que surjam formas e conteúdos plásticos.

 

Erick Amarante traz à cena em suas obras composições que tecem possibilidades de interpretação visual em que, muitas vezes, o real e o imaginário dialogam para romper fronteiras e tecer ligações entre o que pode e o que parece ser uma imagem ou percepção de mundo .

 

Uma onipresença em seu trabalho é a convicção da relatividade das coisas e a importância de se sentir participante do que nos cerca. Não se trata de mero engajamento, mas de um fazer atento no qual se constroem teias de (re) conexão entre o aparentemente conhecido e o misterioso ou desconhecido.

 

A criação visual é uma das plataformas existentes para que esses links permaneçam fortes. A música é outra maneira. Ambos podem se encontrar por meio da imagem fotográfica que cristaliza a existência das mais variadas formas, sempre com a convicção de que o suporte é o menos importante quando se trata de liberdade de criar.

Oscar D'Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (português e inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Produtor Cultural e Artista Visual, Erick vem crescendo e contribuindo com o cenário artístico de São Paulo, produzindo exposições de qualidade e conteúdo, visitas guiadas, palestras, workshops e passeios fotográficos, proporcionando ambientes de trocas para artistas e público em geral.
Questionador, inquieto e acima de tudo uma pessoa que busca contribuir com o mundo através de sua sensibilidade, visa estimular o pensamento criativo, acreditando no poder da arte para transformar vidas.